segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

SENSAÇÕES




Não tenho
         palavras
(ardentes, 
                intensas)
         para te dizer
como anseio pelo toque suave
         das tuas mãos
no meu corpo....
         Como sinto os teus dedos
esguios no meu pulso...
          Ou como a tua voz
baixa e rouca
           ressoa em mim...






II
Gosto
         de palavras com luz
De memórias da noite
         De uma última carícia
escrita na pele suada...
        Gosto
de o sentir
       E, de o sentir,
             intenso,
             poderoso
             em ti...




TELA BY “SEVIM YIMZ ART"




4 comentários:

Ana disse...

Marta,

Tão belo, como sempre.

Beijinhos

Ana

Sofá Amarelo disse...

O I não pode existir sem o II, porque as palavras com luz contidas nas memórias da noite são ardentes, intensas mas suaves como o toque das mãos ou dos dedos... em tom de voz sussurrado ao ouvido...

Secreta disse...

Tens palavras e sentires que nos trespassam a alma :)
Beijito e excelente fim de semana!

Daniel Costa disse...

Marta

Casos haverá, a deixar a sensação final, que o silêncio, junto ao pensamento, por si só, são elocoentes.
Beijos