quinta-feira, 18 de outubro de 2012

SE



Esta noite
         não sei quem sou
Se senti cada uma das tuas palavras
        na minha pele
e me esqueci do Mundo....
         Se te beijei com toda a paixão...
e estás tão presente em mim...
                SE...SE...SE
Não sei porque continuo a dizer “se”.....
            Se tenho todas as certezas do Mundo...



Foto de David Naman

6 comentários:

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Mesmo quando temos todas as certezas do mundo, continuamos a dizer " SE...SE...SE...talvez porque sejamos muito insafisfeitos talvez porque as nossas almas sejam muito inquietas. Seja porque motivos forem há sempre um Se... Gostei muito desta tua noite, Marta. Beijinhos e até breve. Ficaq bem!
Emília

© Piedade Araújo Sol disse...

que bonito!

belíssimo, e sensual.

gostei muito.

beij

Pintor disse...

sensualidade e ternura.

gostei!

Daniel Costa disse...

Marta

Convenhamos que para as incertezas, o SE vai ou cai bem.
Beijos

Sofá Amarelo disse...

O 'se' é só uma forma de dizer que se tem certezas quando se sabe que as palavras mais do que ditas, são sentidas, e a noite não mais que a verdade na pele...

Nilson Barcelli disse...

Mas o teu poema não tem "ses"...
Porque é magnífico. Gostei muito.
Marta, tem um bom fim de semana.
Beijo.