segunda-feira, 29 de outubro de 2012

LÁBIOS RENDIDOS





Beija-se
de muitas maneiras
Mas a minha é única
            porque deixo o desejo falar
Torna-se irreverente,
            irracional,
tal como a paixão

            que lateja nos teus lábios....
Os meus lábios estão já rendidos
            o meu corpo não sabe  já o que diz
E o “agora”
            é muito mais que o momento.....





Empreced by light” by Nina Stavlund

5 comentários:

oteudoceolhar disse...

...sensual...Mui!
Um beijo, bem "beijado"...
Um desejo, bem sussurrado...ai, o sentir, das gentes ... Que somos nós.
Beijo n´oteudoceolhar *

Sofá Amarelo disse...

Não há duas pessoas que beijem da mesma maneira e nem há dois beijos iguais... tudo depende do momento e da rendição dos lábios... e o importante é que os beijos sejam irreverentes, irracionais e apaixonados. O corpo que o diga!

Diario de uma mae solteira disse...

Gostei tanto do comentário do sofá amarelo, não desfazendo o conteúdo do post

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei muito do poema, mas tb assino o comentário do sofá amarelo, que diz tudo...

boa semana.

um beij

LUZ disse...

Olá Marta,

Nestes casos, RENDIÇÂO TOTAL.
Sensualíssimo!

Beijo da Luz.