sexta-feira, 22 de junho de 2012

NÃO SEI


Não sei
se quero que voltes
Se me quero lembrar de ti

Não sei
se me quero esconder
atrás de palavras complexas
e falar na dor da tua ausência

Nada me diz que voltas
E até o meu corpo te quer esquecer,
sem saber como...


TELA DE OMAR ORTIZ


5 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Quantas vezes não sabemos se queremos as coisas que realmente queremos...
Belo poema, gostei.
Beijo, querida amiga Marta.

Sofá Amarelo disse...

O corpo pode esquecer mas a alma nunca esquece. E há palavras, mesmo que complexas, que se escondem nas dores da ausência e lembram que às vezes o que não se quer é o que se... quer!

O Sussurrar do Corpo disse...

um sussurro...

Secreta disse...

Por vezes queremos esquecer e não encontramos meios de o fazer.
Beijito.

© Piedade Araújo Sol disse...

por vezes, esquecer, nem é solução...

beij