quarta-feira, 2 de maio de 2012

PRESO


Solto o ar preso em mim
Repouso o meu corpo na loucura do teu

Falo de ti em sonhos
Porque gosto de te sonhar,
de me sonhar em ti.

Penso nos teus beijos
a percorrem o meu corpo
E o teu prazer.....


Seduz-me a qualquer hora do dia.

BY THE WINDOW – JOHN SILVER – ÓLEO SOBRE TELA


5 comentários:

Secreta disse...

Um sentir sem hora marcada :)
Beijito.

Sofá Amarelo disse...

Não há dias nem horas marcadas para a sedução e para o prazer... nem o ar pode estar aprisionado quando se sonham fantasias a dois e se repousam os corpos na loucura dos momentos!

anturio disse...

Olá Marta
Vim retribuir a tua visita ao blog do Álvaro.
Bonito blog...pejado de sensibilidade e sonhos em forma de poesia!
No amor não deveriam existir esperas! Todos os momentos seriam propícios a...
bj
m.c

Daniel Costa disse...

Marta

E... porque nao? Se toda a hora é ocasião!

Beijos

Nilson Barcelli disse...

Todas as horas são boas para o amor, para a sedução.
Belo poema, gostei imenso.

Beijo, querida amiga.