domingo, 4 de dezembro de 2011

POR AÍ

Ando a vaguear por aí…
Por entre beijos e desejos
escritos na palma da mão.
Sem que o tempo me preocupe,
me afaste do Sol,
me agrida numa noite de tempestade.
Se te procuro e não te encontro,
é porque estou mais longe
do que pensava…
Se falo de beijos e desejos,
é porque continuo a sonhar acordada.
E tenho as minhas mãos estendidas para ti.
Com mil beijos e mil desejos....


Foto de Graça Loureiro

6 comentários:

Álvaro Lins disse...

Ele vai chegar:)!
Lirismo, beleza e sensualidade.
Belo como sempre
Bjo

Secreta disse...

A distãncia não nos impede de querer...
Beijito :)

Daniel Costa disse...

Marta

Entre beijos e desejos, o amor viajará.
Beijos

Sofá Amarelo disse...

E porque não vaguear
nas linhas da palma da mão
por entre beijos e desejos
onde a única agressão
seja a do tempo e do Sol
tocados em si bemol
pelas mãos estendidas
em acordes decalcados
como se fossem farol
dos desejos e dos beijos
em sonhos acordados!

Paixão Lima disse...

Sabe o que procura ao Sol, à chuva e na noite mais escura...
A sonhar acordada com as mãos estendidas com beijos e desejos...
Por aí ou por outro sítio qualquer, vai encontrar o que procura...
É tão bonito o que diz, mas tem o condão de entristecer as pessoas, mas ao mesmo tempo, renova-lhes a Fé.
Gostei muito !

Nilson Barcelli disse...

Vaguear nas tuas palavras é muito bom. Gostei imenso do teu poema.
Beijo, querida amiga Marta.