sexta-feira, 25 de abril de 2008

Á TOA



Deixa-me o vento à toa….

Ando em zigzag…

Procuro abrigo….

Não me deixa em paz….

Nos meus lábios…
um ligeiro toque…………

Teu?

Desejo súbito de os sentir…

Novamente……….

Abraçar essa louca paixão que nos uniu…

Fico à toa no meio da espiral do vento…

Os lábios azuis…com o frio….

O vento deixa-me à toa…………..




(Foto: "Caminante", Alba Luna, Olhares.Com)

6 comentários:

Sol da meia noite disse...

Bem real este sentir.

Linda imagem!

Bjs

Joseph disse...

Marta
Olá

SIMPLESMENTE FABULOSA a simbiose entre o teu rodopiante post e o fantástico desenho.

E o toque fui eu... sem querer.
(Meu nome é BENTO no meio....)

Gostei muito.

Beijos ternos, querida amiga;)**

Betty Branco Martins disse...

querida_____________Marta




nada



nada.mas.nada






de ficar triste







____"desejo súbito de os sentir"_______



porque________não!!!









beijO______C_______carinhO

Peter disse...

Um belo texto do qual seriamente gostei e não o digo para fazer favor.

P.S - Tento adaptar-me à minha nova forma de vida e daí a menor frequência das minhas visitas.

jasmimdomeuquintal disse...

Não estejas triste... amanhã já é outro dia.
Um bj

Alexandre disse...

O zigzag da vida - acho que a nossa vida é toda em zigzag...

Muitos beijinhos!!!