segunda-feira, 28 de abril de 2008

SEM TI




Meu querido…

De preto…

Não estou vestida de gala…

É a viuvez que se aninha em mim…

Assusta-me…esvazia-me a casa de ti…

E repete-me a frase que nunca pensei dizer….

“O que vou fazer sem ti?”…

Porque não sei….

O que sinto e se tenho coragem de continuar…

Meu querido….

Não sei………




Para a minha Madrinha...


Para lembrar o Luis...


Morreu este fim de semana. Com um AVC.


Tinha 79 anos






(Foto "ST" VanessaDesigner, Olhares.Com)

11 comentários:

Secreta disse...

A vida prega-nos destas partidas ...
...
Beijito.

Fernando Rozano disse...

muto sensível o texto em que hoemanageias o Luis, que agora nos acompanha mais acima e em pensamentos. grande abraço, Marta.

AURORA ( LOLA ) disse...

Os meus sinceros sentimentos a vida é assim uns vão outros nascem e a vida tem de continuar.





bjs e força amiga.

Maria Clarinda disse...

Não estejas. A vida é apenas uma passagem, ele está bem! E lá onde está olhará para vós e caminhará a v/lado.Ele completou apenas o seu ciclo aqui na terra.
Jinhos mil

Nuno de Sousa disse...

Uma bela homenagem a uma pessoa mto querida para ti, são essas pessoas q nunca mais esquecemos e acredito q essa seja uma dessas passoas para ti... a dor é mta, as saudades em breve virão mas os momentos vividos são unicos e inesqueciveis. Amiga esteja ele onde estiver também te levou no coração acredita.

Força desse lado e uma grande bjoca deste amigo,
Nuno de Sousa

Alexandre disse...

Sei o que se passou e fico muito preocupado com a tua madrinha pois sei quanto ela era dependente do Luís!!!

Nem sei que pensar da vida quando leva pessoas ainda com essa idade...

Muitos beijinhos, Marta!!!

Sol da meia noite disse...

Palavras de luto vestidas...
Entendo o teu sentir, no peso de cada palavra.

Abraço apertado

125_azul disse...

Era especial um homem que inspira um luto assim. Abraço silencioso, apertadinho.

tibeu disse...

Marta Ups.... palavras para quê. Um beijinho gr mesmo cá do fundo.

Joseph disse...

Marta

Não vou falar muito.
Vou respeitar o direito que tens a te sentir triste.

Que as pessoas, a que foi e a que ficou consigam, em pensamento (as almas não morrem!), ultrapassar este momento único na vida.

Sentidas condolências.

Beijos amigos;)**

belakbrilha disse...

Marta!
A vida é isto mesmo!
Bonita homenagem a quem nos é querido!

bjs