domingo, 5 de março de 2017

LOUCURA TOTAL - PARTE V


Aquele arranhão no dedo intriga Leandro, mas acha que nem o médico legista vai responder à pergunta que não o deixa em paz.

Mas são quase onze horas e a agente está à espera deles.

Chama-se Luisa, é baixinha e um pouco roliça.  Tem uns olhos pretos muito vivos e um sorriso cativante.

A primeira pergunta é: " Foi assassinada, não foi?" e parece desapontada quando Leandro diz que estão apenas a confirmar depoimentos.

" A senhora e a Teresa Emanuel eram amigas?" questiona Bernardes.

" Sim, amigas de infância. Fomos juntas para a Universidade, frequentamos o Curso de Literatura e Línguas Modernas e trabalhamos durante algum tempo na mesma editora. Entretanto, ela conheceu o Tomás e saiu. Eu continuei lá.... Mas já falaram com o Tomás? Tenho a certeza de que foi ele..." interrompe.

Leandro sorri calmamente e explica pacientemente: " Como disse, estamos a confirmar depoimentos. Preciso de conhecer um pouco mais a Teresa..."

" Mas..." insiste Luisa e Bernardes replica: " Sabemos que eles escreviam livros em parceria e separaram-se. A Teresa explicou-lhe o motivo? "

" O Tomás era, é muito ciumento e a Teresa pouco ou nada escreveu nos dois últimos livros da série. Quando se separaram, a Teresa veio morar comigo. Fiquei desempregada, entretanto e como tenho vários contactos no mundo editorial e a Teresa não queria publicar com uma editora conhecida, resolvemos abrir uma. O livro de estreia da Teresa foi um sucesso... Mas não entendo estas perguntas! Foi o Tomás quem a matou, tenho a certeza!" explode.

" Como pode ter tanta certeza?" pergunta Leandro " Há várias testemunhas que dizem que a senhora gritou isso bem alto. Mas o que a leva a dizer isso? Nós ainda não temos o resultado da autópsia... "

" E o ex-marido está na Argentina e só regressa dentro de dois dias." acrescenta Bernardes.

Luisa fica calada e cora violentamente.  Abre a boca para dizer qualquer coisa, mas o olhar de Leandro é tão frio que desiste.

CONTINUA

2 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta
Bem urdido este capítulo do policial, que apresenta ingredientes para o sucesso.
Bjs

Sofá Amarelo disse...

Nem sempre o "óbvio" é o verdadeiro e o desenlace desta acção parece que vai provar isso... cada cenário comporta vários desfechos, e só um deles é o verdadeiro... qual será? É o que saberemos num dos próximos capítulos... entretanto, a imaginação funciona...