domingo, 3 de abril de 2016

DIGO NÃO



Impor... Exigir... 

Duas palavras nada agradáveis, que confesso, não gosto...

Com as quais tive, tenho imensos dissabores... 

A razão?

É simples: tenho que aceitar o ponto de vista dos outros, sempre, sem excepções, porquê?

Tenho que dispor do meu tempo para ajudar os outros e os outros nem sempre me ajudam, porquê?

Tenho fama de ser intransigente... Talvez o seja... 

Pelos anos em que segui escrupulosamente essas regras, em que tive que calar o meu "eu" para que a imagem fosse "perfeita"...

Mas a imagem não era perfeita... 

Havia já pequenas fissuras, pequenos "nadas" na pele, na mente dos presentes...

E dizer "não" não era aceitável... 

Mas temos que dizer "não" de vez em quando, mesmo se disserem que somos as piores pessoas do Mundo...

Hoje eu digo NÃO...



3 comentários:

Graça Pires disse...

Saber dizer NÃO é uma forma de coragem nem sempre fácil de conseguir.
Um belo texto, Marta.
Beijos.

heretico disse...

às vezes até é necessário dar um murro na mesa...

beijo

Ailime disse...

Boa noite Marta,
Magnifico texto.
Saber dizer não, um acto de coragem.
Beijinhos,
Ailime