quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

MALTRATAR




Não, não preciso que digas nada... Não quero saber...
As tuas opiniões, as tuas ideias...
Cansam-me... Ouço-as há anos....
Apenas as palavras mudam...
Mas tu continuas igual: agrides a vida,
Embora esperes que ela te recompense...
E, por isso, maltratas os outros...



3 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Agredindo a vida, agredindo os outros, agredindo as palavras, jamais se conseguirá recompensas para palavras que cansam...

Graça Pires disse...

Há palavras assim: agressivas, cansativas, cruéis. E, de facto, nada acrescentam a quem as ouve. Gostei, Marta.
Um beijo.

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Sim, existe sempre uma projecção da própria frustração...