domingo, 5 de fevereiro de 2012

ILUSÃO

Esta noite...
Quantas vezes escrevo “noite”...
Essas noites em que sou o perfume,
em que te deitas...
Sou a Lua e o Sol na conquista da tua paixão.

Estou apaixonada por ti.
Sou o teu sonho perfeito.
A minha ilusão imperfeita na noite desfeita...
 
 

Foto de Pascal Renoux


5 comentários:

Anita de Castro disse...

ó noite vem ! mas vem,,,não te deixes ficar perdida pela escuridão desfeita

Marta um beijinho

Mar Arável disse...

Ainda existem

noites claras

Sofá Amarelo disse...

Não há noites desfeitas quando os sonhos são perfeitos e o Sol e a Lua se enebriam no perfume da paixão... porque a 'noite' é a verdade, quando os sonhos deixam de ser ilusão!

Daniel Costa disse...

Marta

Será da ilusão que nasce o sonho e este poderá mesmo acabar em desilusão.
Beijos

© Piedade Araújo Sol disse...

poema de amor e de sonho pefeito.

um beij