sexta-feira, 25 de setembro de 2015

GRITAR



Hoje...

Apetece-me GRITAR... Bem alto...

Para me ouvir... Para despedaçar toda esta raiva enraizada em mim...

Mas depois...

O Vento abafa a minha voz e grita por mim...


3 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Porque o vento transporta todos os gritos e angústias de pessoas que vivem num mundo louco onde as raivas abafam as vozes isoladas...

Ailime disse...

Boa tarde Marta,
Há momentos em que sentimos essa vontade de extravasar bem alto o que nos vai na alma, mas os ventos calam-nos a voz e quase asfixiamos!
Que bons ventos nos devolvam a liberdade de ser.
Beijinhos e continuação de um bom domingo e semana.
Ailime

Daniel Costa disse...

Marta, é sempre salutar gritar. Até o poema sai mais vigoroso.
Beijos