segunda-feira, 9 de julho de 2012

ESCAPAR




Estou perdida no tempo
No teu tempo
Do meu...
Há muito que nada sei
Não sei como o esqueci
Como o deixei escapar
E o sinta tão distante de mim
Num dia em que tudo é sombrio
Eu própria estou sombria
E as palavras...
.....recuam....


FOTO DE KATIA CHAUSCHEVA

5 comentários:

Sofá Amarelo disse...

O tempo não tem tempo e as memórias por vezes são sombrias como o tempo, distantes como o tempo em que nada se sabe e tudo se escapa... mas o tempo também guarda surpresas...

Daniel Costa disse...

Marta

Sombras, poderão deixar escapar os sinais dos tempos.
Beijos

Nilson Barcelli disse...

Deixamos escapar muitas coisas e o tempo dá uma grande ajuda nesse esquecimento...
Magnífico, gostei muito.
Marta, minha querida amiga, desejo-te um bom fim de semana.
Beijo.

Anita de Castro disse...

Olá Marta perdida no tempo no teu tempo
A imagem transcende,sentimento que não requer ser cultivado,mas somente alimentada como as palavras que recuam,não as deixando escapar.

Perfeito

Anita

© Piedade Araújo Sol disse...

há dias assim!

beij