sábado, 20 de setembro de 2014

SORRISO "EXCERTO DO MEU CONTO SOBRE CAFÉ E CHOCOLATE"


Breve introdução:
O desafio era escrever sobre Café e Chocolate.  Escrevi sobre alguém que:

"
Ok, até posso ser viciada em chocolate e café.
Até posso ter peso a mais e evitar olhar para o espelho para não me assustar com a silhueta.
Mas tens que concordar que a minha vida não é fácil e se bem que saiba que este não é o caminho correcto – comer para esquecer – o teu não é muito melhor.
Enquanto berras e dizes as maiores barbaridades, eu bebo um café. Cheiro-o, sorvo-o enquanto escuto as histórias dos outros. Há os faladores, sempre a contarem histórias inacreditáveis; outros são mais discretos, não se confessam, mas ouvem avidamente.
Naquele café, somos uma família e sentimos a falta uns dos outros. Porque a pausa para o café é sagrada – o mundo para, desaparece e a nossa vida é apenas nossa.
Mas como te vou convencer disso? Que tudo é possível e que eu sou a protagonista numa história em que decido o final. Poderá não ser o teu final, talvez não seja o meu, mas evado-me da agressividade que dizes não ter.
É mais fácil trincar um bombom e deixar que se derreta lentamente do que discutir contigo e perder a razão.
Misturo os sabores do café e do chocolate num bolo de prazer, numa aventura que ninguém compreende.
Porque acham que é um deperdício de sabores, de aromas. Mas é exactamente por causa dos sabores, dos aromas que tudo se torna mais intenso.
A minha cara parece uma lua cheia. Mas eu gosto de observar a Lua enquanto como um chocolate de leite.

De me enrolar numa manta, com um bom livro na mão e beber uma grande chávena de café com leite.
"
Nota: Este Conto está publicado na Colectânea Café & Chocolate (Pastelaria Studios)

1 comentário:

Nilson Barcelli disse...

Gostei muito dos 2 excertos que publicaste aqui.
Gosto da tua prosa, tens talento.
Tem um bom domingo, querida amiga Marta.
Beijo.