quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

ADOLESCENTE




Se fosse fácil,
      dir-te-ia
          o que guardo em mim...

Como encontro
       o teu calor
          o teu sabor e cheiro
                onde quer que vá...

Sou novamente adolescente

      Tenho um segredo

         És tu o meu segredo
             e sinto-me 
                 como se só agora tivesse descoberto
                          a paixão.....



TELA DE HÉLÉNE BOLAND “MOMENT DE FÉLICITÉ”


ESTE BLOG VAI FICAR INACTIVO POR UNS TEMPOS...
MAS VOU CONTINUAR A ESCREVER 
E ESPERO TER A VOSSA COMPANHIA NO MEU OUTRO BLOG, 

4 comentários:

Ana disse...

Marta,

Linda poesia.


Beijinhos

Ana

Secreta disse...

E é tão bom sentir assim! Oh, a eterna adolescente nos sentires.
Beijito :)

Sofá Amarelo disse...

A paixão (re)descobre-se e (re)inventa-se a cada momento... e os segredos são com o o calor, o sabor e o cheiro... e o voltar a ser adolescente é só um pormenor...

Nilson Barcelli disse...

Cada paixão é sempre nova... e ficamos adolescentes...
Belo poema, gostei muito.
Marta, querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.