domingo, 26 de agosto de 2012

INVIOLÁVEL




A ghostly man watches his lover sleeping”, Autor desconhecido


Esta noite,
  vou lançar um feitiço aos teus sonhos

Enfeitiçar-te com a memória do beijo

  Não de um beijo qualquer...

Daquele beijo....

  Com que a memória delira
mas o corpo não sabe como confessar...

  Por ser único
Inviolável....

8 comentários:

AC disse...

Da subtileza do desejo...
Belo, Marta!

Beijo :)

ONG ALERTA disse...

O amor...beijo Lisette.

Sofá Amarelo disse...

Que hajam muitos feitiços das memórias dos beijos, e que os sonhos não sejam mais que confissões do corpo em forma de delírios e de beijos invioláveis...

Daniel Costa disse...

Marta

Beijo iviolável, quererá dizer para sempre. Sublime!

Beijos

oteudoceolhar disse...

Deixo-te um sorriso pela lembrança que trazes à minha memória de um tal beijo enfeitiçado, que me foi dado ;) ...
Beijo n´oteudoceolhar *

Eros disse...

Despontar no Sonho do outro... Derradeira Utopia!

© Piedade Araújo Sol disse...

e há beijos, que são mesmo
únicos

belo poema

beij

Nilson Barcelli disse...

Doces feitiços...
Magnífico poema, como sempre.
Beijo, querida amiga.