sexta-feira, 7 de maio de 2021

O HUMOR - PARTE III

 

Aproveita a oportunidade, mas fala com a tua namorada, aconselha o Gonçalo, ela tem que saber e apoiar-te.

E, se não apoiar? pergunta o Bernardo e o Gonçalo hesita na resposta, mas o Major intervém.

Talvez não seja a tal, talvez não tenha os mesmos objectivos, explica e o Bernardo volta a suspirar.

Receia a conversa, a Rosário tem uma visão muito própria das coisas e nem sempre aceita as sugestões dos outros.

Por isso, não estranha quando a Rosário explode e o acusa de hipocrisia.

Estás louca! protesta o Bernardo, estou a discutir o assunto contigo! É uma oportunidade única, vai contribuir para o sucesso da minha carreira.

Ah, a tua carreira é mais importante que nós? interrompe a Rosário, fico a saber um pouco mais sobre ti, não há dúvida!

Mas a tua carreira também é importante para ti, continua o Bernardo, estiveste fora um mês e não te importaste que eu ficasse sozinho! 

A Rosário fica corada, o Bernardo tocou num ponto delicado e tem toda a razão, tem que concordar.

Senta-se devagarinho no sofá e diz baixinho, mas não são seis meses! O que é que nos vai acontecer?

Não sei, responde o namorado, não posso dizer que não, oferecem o estágio a outro e eu fico para trás. Isso não pode acontecer! Podes ir passar uns fins de semana lá, eu faço o mesmo, não sei, temos que tentar!

A Rosário suspira, temos que tentar, repete, manda lá o email ao chefe e conversamos melhor quando tiveres os detalhes todos.

Em casa da Rita e do Gonçalo, vive-se um raro momento de descanso.

A Francisca está a dormir sossegada e os Pais estão a conversar baixinho, nada de trabalho! pede o Gonçalo e a Rita ri-se.

Achas que o Bernardo já falou com a namorada? Engraçado, a Aída não me contou nada! observa a Rita.

Creio que ainda não falou com eles sobre ela! conta o Gonçalo, segundo percebi, a relação é muito recente, estão ainda a conhecer-se e ela não quer conhecer a família para já.

Estranho! comenta a Rita, eu também guardei segredo sobre a nossa relação durante uns tempos, mas a certa altura, tem que ficar exposta.

Fiquei com a impressão de que a rapariga é muito senhora do seu nariz, tipo posso, faço e mando, explica o Gonçalo, um pouco como tu! acrescenta, trocista.

A Rita bate-lhe com uma almofada, o Gonçalo ri-se bem humorado e ataca-a também.

Depois, beija-a carinhosamente, mas a Francisca resolve acordar nesse momento e eles levantam-se rapidamente do sofá e correm para o quarto da filha.

CONTINUA


Sem comentários: