domingo, 2 de maio de 2021

A EXPLICAÇÃO - PARTE IV

 

A Rita estava preparada para tudo,  menos para a notícia que o médico lhe acaba de dar.

Está óptima, não vejo qualquer problema com a gravidez, diz, tenha calma, goze o momento, e entrega-lhe a prescrição para uns exames.

A Rita mete-a na carteira, está atordoada, quando? como, se não tem qualquer sintoma, náuseas, vómitos?

Fica uns minutos sentada no carro, grávida, a palavra embate nela como uma onda e a Rita sorri, um filho, repete, só começamos a falar nessa possibilidade há umas semanas e já está cá! pensa.

A Madalena deve estar na loja, quer falar com ela, quer assentar as ideias antes de falar com o Gonçalo.

A irmã nem quer acreditar, o quê? Tu e o Gonçalo vão ter um filho, quando? Nunca pensei que ter um filho estivesse nos vossos planos! exclama, estou muito feliz por ti! acrescenta, já disseste ao Gonçalo?

A Rita abana a cabeça, o Gonçalo foi com o António visitar os Pais, explica, há problemas com a Laura.

O Pedro está mesmo a pensar em não deixar a Laura ver o Miguel, os Pais querem impedir isso, mas a Laura não está a ajudar.

Isto é uma conspiração, afirma,  se continuar assim, o Miguel vai ser um idiota como o Pai, quero que seja um espirito livre como eu! e recusa a tomar a medicação.

Por isso, têm que tomar um decisão, provavelmente interná-la novamente, confessa a Rita, os senhores querem ouvir a opinião dos filhos, estão cansados, está a ser muito complicado lidar com a Laura.

Que estranho! O António e o Gonçalo são pessoas responsáveis, trabalhadoras e a irmã é tão instável, comenta a Madalena.

O Gonçalo está preocupado, nem imagino como está o António, a Laura é a irmã gémea dele, continua a Rita, por isso, acho que vai ser uma reunião muito complicada.

Nesse momento, em casa dos Pais, o Gonçalo deseja estar bem longe dali, a Laura fez uma nova cena e até o António, sempre tão paciente, perdeu a cabeça.

Agora está calada, sentada num dos cadeirões perto da lareira, a Mãe está a falar baixinho com ela e eles os três apenas observam.

Já falei com o médico, devem estar a chegar, anuncia o Pai e suspira, o Gonçalo põe-lhe uma mão no ombro.

Acha que é a melhor solução? pergunta o António e o Pai abana a cabeça, não sei mais o que fazer! Pensamos que ela está a reagir, interessa-se pelo trabalho, está sempre cheia de ideias e de repente, tudo é uma conspiração, estamos todos contra ela, transforma-se num bicho! responde.

Coitado do Miguel! E do Pedro também! observa o Gonçalo, ele só quer o bem do miúdo!

Nós também, filho, nós também! a voz do Pai soa vazia e o Gonçalo tem pena dele.

CONTINUA


2 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Ora, ora, a Rita vai ser mamã.
Quanto ao resto do capítulo estou de acordo com o Gonçalo. Coitado do Miguel, e do Pedro.
Abraço, saúde e feliz dia da mãe

Cidália Ferreira disse...

Ora, muito bom o capitulo! :)
~~
Feliz dia, para todas as Mães. Ser Mãe, é...
~
Beijo, e um excelente dia para todas as Mães.