sábado, 1 de maio de 2021

A EXPLICAÇÃO - PARTE III

 

A Laura não diz nada, o Pedro acha melhor levar o Miguel para casa e os dois irmãos ficam sentados na sala sem saberem o que fazer.

Vou telefonar aos Pais e depois meto-te no comboio, decide o António e a Laura ri, não te incomodes, sei o caminho!

Eu sei que sabes, responde o irmão gémeo, mas quero ter a certeza de que vais embarcar.

Posso sempre sair na estação seguinte, contraria a Laura e o Gonçalo não se contém e esbofeteia-a.

És parva ou quê??? Tu és completamente louca! grita de tal forma violenta que a Rita apressa-se a entrar.

Estava a escutar por trás da porta, admite mais tarde ao companheiro, uma atitude nada digna, mas o Pedro estava tão preocupado que também fiquei preocupada.

Não te preocupes, tenho que viver com o facto de que tenho uma irmã louca! O facto de tu escutares por trás da porta é o menor dos meus problemas! esclarece o Gonçalo.

A Rita olha-o atentamente, vê-se que está cansado, deprimido e ela gostaria tanto de o animar, mas neste momento, sente-se incapaz.

A cena foi violenta, com a Laura a gritar e a tentar esbofetear o Gonçalo, o António a tentar impor-se, mas a ser ignorado.

Felizmente, os Pais telefonaram nessa altura, pediram para falar com a Laura e esta ficou mais calma após ouvir um sermão (acha a Rita).

O Pai acaba por a vir buscar, não vá ela desaparecer sem dar cavaco às tropas, comenta o Gonçalo exasperado e o António apenas lhe aperta o braço, tem calma, pá! Ela é nossa irmã!

O Gonçalo suspira, beija carinhosamente a Rita, estávamos a falar do quê esta manhã? insiste e a companheira ri-se.

Termos um filho e o Gonçalo finge-se horrorizado, se nos calha um igual ao Miguel!

Os filhos do António são normais e os meus sobrinhos também! observa a Rita, e nós somos pessoas diferentes!

O Pedro é uma pessoa normal, teve azar em casar com a minha irmã, concorda o Gonçalo, nunca vou perceber porque é que ela é tão infeliz!

Talvez nem ela saiba! e a Rita suspira, mas eu gostava muito de ter um filho, continua, acho que vou marcar um consulta e ver o que o médico diz.

O Gonçalo beija-a demoradamente.

CONTINUA

2 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Com uma mãe como a Laura, só com um milagre o Miguel seria melhor.
Penso que no antepenúltimo parágrafo o Gonçalo quereria dizer minha irmã em vez de tua.
Abraço, saúde e feliz 1º de Maio

Cidália Ferreira disse...

Gostei deste episódio. Tenho que ler os outros. Penso que não li!:)
~~
Coisas de uma Vida
~
Beijo, e um excelente fim de semana.