quinta-feira, 9 de setembro de 2021

A PAIXÃO PARTE III

 

A Matilde segue o conselho do Meireles, telefona ao irmão e este aceita logo o convite para almoçarem juntos, às sós, frisa a rapariga, sem Pais e sem Clarinha!

Oh, tolinha, achavas mesmo que estava zangado contigo? desabafa o Gustavo, fiquei irritado, confuso, não vou negar, mas NUNCA na vida te afastaria!

A Matilde sorri, todos me dizem isso, confessa e o irmão dá-lhe uma palmada amigável nas costas.

Bem sei que a vida pode parecer absurda, triste, cansativa, diz o Gustavo, mas temos que encontrar uma forma de a enfrentar e não vais encontrar qualquer resposta no álcool e quanto a namorados...olha, esquece e avança para outra.

Dito assim, parece que é fácil, responde a Matilde e o irmão abana a cabeça, não é, pensas que nunca tive dúvidas, que as coisas nunca me correram mal? Claro que sim... concentrei-me no trabalho, no meu filho...

Achas então que sou fraca? repete a Matilde e o Gustavo apressa-se a esclarecer.

Não, não, podias ter falado comigo, com a tia Rita, há muita gente que te pode apoiar, bastava teres pedido! Mas o que é importante agora é que aprendeste a lição, estás a lidar com a situação, os Pais estão muito contentes.

Mas não me deixam viver sozinha! comenta a irmã, é natural, acabaste numa cama de hospital e só aí é que enfrentaste o problema e pediste ajuda, recrimina o Gustavo.

O Meireles também diz isso, e a Matilde fica muito vermelha, não queria falar sobre ele.

O Gustavo fica desconfiado, tens falado com o Sargento? insiste e a Matilde suspira, não vale a pena negar.

Sim, encontrei-o no shopping um dia deste e ele ofereceu-me o jantar. Vejo de vez em quando, explica.

Só de vez em quando? Tem cuidado, Matilde, ele é mais velho do que tu! observa o Gustavo.

Não te preocupes! É um bom amigo, é uma pessoa interessante, gosto de conversar com ele, afirma e o Gustavo não diz mais nada.

Vai estar atento, há qualquer coisa que ela não me está a dizer, conta ao Bernardo mais tarde.

Achas que se está a apaixonar por ele? pergunta o Bernardo, o Meireles é um homem com uma certa experiência, vai saber como lidar com ela.

Espero bem que saiba! Não quero que a Matilde volte a entrar numa espiral destrutiva! replica o amigo.

O Bernardo encolhe os ombros, a Matilde está a demonstrar força de vontade, tem a certeza de que vai tomar a decisão certa quando for o momento.

CONTINUA

2 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Acho que a Matilde não deixar-se influenciar pelos outros!:)
.
Escrever, é falar em silêncio
.
Beijos. Votos de um bom dia!

Elvira Carvalho disse...

Li de enfiada os tês capítulas. Será que desta vez a coisa é séria ou mais uma vez a Matilde está iludida? E se for a sério, a família apoiará um relacionamento com um homem mais velho? Meu pai tinha mais 10 anos que a minha mãe, e tenho um amigo que casou com uma mulher mais nova 20 anos. E pelo que transparece é um casal feliz.
Vamos ver o rumo que a Marta decide dar à história.
Abraço e saúde