quarta-feira, 29 de setembro de 2021

O ANIVERSÁRIO PARTE III

 

A última vez que falei com ele, continua o Gustavo, o Pedro estava muito cansado emocionalmente e penso que a Beatriz não o está a ajudar!

A mulher volta a suspirar, eu sei, eu e a Teresa conversamos sobre isso noutro dia, diz, mas não sabemos bem como o ajudar. A Beatriz parecia ter uma visão positiva do Mundo, acho que foi isso que atraiu o Pedro, mas a maternidade modificou-a.

Pois, culpa a miúda e temos novamente uma pessoa cheia de problemas, ri-se o Gustavo, mas no fundo, concorda com a mulher.

A única pessoa que não vai ao jantar de aniversário é a Inês, os Pais contratam uma baby sitter e a Sofia, o Gonçalo e o Miguel ficam a fazer-lhe companhia

A Maria Rosa fica em casa dos avós e a Carolina espera que não haja problemas, tens que te portar bem, ok? Inês, estás a ouvir a Mãe? pergunta e a filha dá-lhe um grande sorriso.

Espero que aquela marota não faça das delas, comenta no carro, se calhar, quando chegarmos a casa, a baby sitter vai estar amarrada ou fugiu!

O Gustavo ri-se, com a Inês, nunca sabemos o que vai acontecer, responde, não há dúvida que nos mantém jovens!

Eu esperava ter um pouco de sossego, com a Filipa e o Miguel já são adultos e os rapazes começam a ter os seus próprios interesses, observa a mulher, a Inês foi uma boa surpresa, mas gostava que ela fosse mais sossegada!

Eu estou a adorar o desafio, repete o Gustavo e estaciona o carro no parque de estacionamento do hotel.

Decidiram fazer a festa fora de casa, para não te preocupares com ementas e afins, disse o Gustavo, afinal de contas, são 25 anos e eu quero convidar alguns colegas e dançar!

Por isso, tudo o que a Carolina fez foi escolher a ementa e a decoração do salão; o hotel encarregou-se do resto.

A Carolina passou um dia no spa, escolheu um vestido com um corte moderno e que a favorece, a maquilhagem é discreta.

Está feliz, pensa o Gustavo, observando-a atentamente, há muito tempo que não a via assim! No bolso do casaco, estão os bilhetes de avião, uma viagem até às Caraíbas, dez dias sem miúdos, já combinou tudo com a filha e com a cunhada.

Vai oferece-los quando cortarem o bolo, ele fez questão que houvesse, embora o filho se tivesse rido e dito que era ridículo.

Está calado, Miguel, quando fizeres 25 anos de casado, vais engolir essas palavras! protesta o Pai.

CONTINUA


3 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Uma segunda lua de mel? Se se descuidam vem outra Inês para lhes alegrar a velhice.
Abraço e saúde

Cidália Ferreira disse...

Muito bem!:)
.
A ousadia dos sonhos...
.
Beijos, e uma excelente tarde!

Emília Pinto disse...

Hoje resolvi vir a esta página e já li o conto desde o principio. Por coincidência, hoje, a minha netinha mais nova ( tenho uma de doze anos ) faz 3 aninos; chama-se Beatriz, mas é uma sapeca e um tumulto...parecida con a tal Inês. É a alegria da casa, mas bem que podeia ser mais sossegadinha. Beijinhos, Marta ( a mãe da Beatriz cham-se Marta....) e tudo de bom, especialmente, com SAÚDE
Emilia