segunda-feira, 19 de julho de 2021

O JANTAR DANÇANTE - PARTE II

 

Que caras! Qual é o problema? repete a Avó, vá lá, Anabela, conta-nos mais.

Eu vou buscar o PC e pesquisamos tudo, oferece-se a Joana, porque, se a Avó vai, eu também vou. Pode ser um bom artigo de opinião.

E eu também quero ir, acrescento, terei que negociar com os meus colegas, mas vai valer a pena!

A Avó ri-se, tens medo que eu tenha um ataque cardíaco, é? e eu rio também.

A Joana volta com o PC, escreve o nome do Hotel e em breve, estamos todos a discutir os detalhes.

Mas vocês estão doidos??? interrompe o Pai, que palhaçada é esta? E, a Mãe está a incentivá-los!

Oh, Amadeu, cala-te! Estás a ficar muito antiquado! diz a Avó e a Joana ri-se.

O Pai suspira novamente, levanta-se da mesa, eu não vou! observa e a Avó Berta, se quiseres passar por um velho casmurro... e o Pai fica indignado.

Não se preocupe, intervém a Mãe, eu convenço-o! enquanto a Joana preenche o formulário de reserva.

Terei que comprar um vestido, continua a Mãe, há tanto tempo que não vou ao evento tão chique que nem sei o que se usa!

Um vestido preto é sempre chique, comenta a Avó, vai ao cabeleireiro, muda o corte, pede que te ajudem com a maquilhagem e estás pronta!

Eu vi um vestido interessante na Zara, interrompe a Joana, amanhã, vou lá ver como me fica. Tenho umas sandálias pretas que ainda não calcei e não preciso de mais nada!

Tenho que ver os fatos do vosso Pai, já sei que ele não vai fazer nada, exclama a Mãe, e tu, Gabriel?

Não se preocupe comigo, eu arranjo-me, explico e deixo as três a falar de trapos, vou à procura do meu Pai.

Está na sala, tem a TV ligada, mas não está a ver nada.

Quando me sento ao lado dele, olha-me rapidamente e volta novamente o olhar para o écran.

Não achas um disparate? pergunta-me e eu encolho os ombros.

Não, não acho, estão todas muito divertidas! Há muito tempo que não via a Mãe assim tão excitada e é como ela diz, precisam de sair mais, conversar com outras pessoas, estão muito fechados. Não admira que estejas cansado de falar com o grupo habitual, as conversas são sempre as mesmas! esclareço.

Achas que devo ir? e o Pai fica calado uns minutos. Depois, sorri, com a minha Mãe no meio, vai ser uma noite bem divertida, declara.

CONTINUA

2 comentários:

Cidália Ferreira disse...

As coisas estão animadas! :)
--
Procuro a paz que anda perdida
-
Beijo, e uma excelente semana..

Elvira Carvalho disse...

Boa tarde Marta. Este já está, vou passar ao próximo.
Abraço e saúde