sexta-feira, 16 de julho de 2021

O COMEÇO FIM

 

No email, há uma mensagem furiosa do Professor Luís, a tua sorte, Joana, é dizeres que qualquer semelhança com acontecimentos reais é pura coincidência!!! Tens que pensar muito bem no que queres ser, uma jornalista sensacionalista ou alguém respeitado no meio!

Isto quer dizer que ele leu o blog e agora estou numa encruzilhada.

Não posso parar a história a meio, seria desleal; por isso, continuo a escrever, falo nas várias hipóteses como se fossem pensamentos vagos.

Deixo uma pergunta no ar para os meus leitores, faço " save " e deito-me,  a pensar que tenho que descobrir quem é o auxiliar.

No dia seguinte, há uma verdadeira revolução na escola, há discussões acaloradas, o Professor Luís acha que é o momento ideal para desenvolvermos as nossas capacidades de análise.

Ando no meio da turba, a gravar conversas, a fazer perguntas, umas vezes, sou maltratada, ameaçam mesmo destruir-me o telemóvel se não apago os comentários.

Há outros estudantes que fazem questão que eu grave os comentários, querem que todos oiçam o que têm a dizer, os exames só são um absurdo para quem anda a passear os livros, dizem.

Finalmente, a meio da manhã, o Director faz um comunicado, restabelece a ordem e seguimos para as aulas.

No gabinete do jornal, temos muito que fazer, ouvir todas as entrevistas, seleccionar as mais relevantes e escrever os artigos.

O Professor Luís supervisiona tudo e saímos todos tão tarde que encontro o Pai no parque de estacionamento da escola, muito preocupado.

Não tens um telemóvel para avisar? repreende, enviamos SMS, deixamos mensagens na mailbox e tu não respondes!

Abro a boca para me desculpar, mas é o Professor Luís quem responde, pede imensa desculpa, tivemos um dia cheio, é boa aprendizagem para o futuro, diz.

Pela cara do Pai, percebo que não acha a explicação satisfatória, tu e o Gabriel vão dar cabo de mim, observa, dois filhos que não vão ter horários normais! Não sei se vou aguentar!

Não digo nada, é o mais acertado, o que aconteceu esta noite, foi uma pequena amostra do futuro.

Eu numa redacção a preparar um artigo de última hora, a discutir com o editor o melhor título, a certificar-me que ocupa um lugar de destaque.

Ah, e vou continuar a ser muito curiosa...


FIM

4 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Muito bem. Mais um conto com sucesso. Obrigada pela partilha!:)
-
Momentos de lúcida reflexão
-
Beijo, e um excelente fim de semana..

Elvira Carvalho disse...

Ainda estou na dúvida com esta Joana. Por esta primeira mostra parece-me que ela está a caminho de um mau jornalismo, com provável lugar na execrável CMTV mas pode ser que esteja enganada, ela ainda é muito jovem. Vamos a ver em próximos capítulos a menos que a Joana tenha caído de paraquedas e desapareça em breve.
Abraço, saúde e bom fim de semana

Anónimo disse...

Esta Joana é a mesma que andou a querer saber da adoção da Clarinha não é?

José Alex Gandum disse...

Ainda bem que a protagonista vai continuar a ser curiosa, pois a curiosidade é a base das emoções, tudo tão bem descrito na tua narrativa. Parabéns. Uma grande maneira de terminar mais uma história sabendo deixar em aberto o passo da seguinte...