domingo, 22 de agosto de 2021

MATIAS PARTE II

 

A Mãe está muito zangada, os dois irmãos ficam muito atrapalhados e o Edgar tenta justificar-se.

Não quero saber, corta a Mãe, já falamos sobre lutas, isto é uma casa de família, podemos ter opiniões diferentes, mas LUTAS não são permitidas! Façam o favor de ir lavar essa cara, pentear o cabelo. Quanto a nós, periquita, e a Inês ri-se, vamos até à cozinha e almoçar.

Meia hora depois, os irmãos apresentam-se na cozinha, lavados, penteados, prontos para receberem ordens, como murmura o Matias.

A campainha toca nesse momento, a Carolina faz um gesto vago e os dois irmãos apressam-se a abrir.

É a Teresa e o António, o Gonçalo e a Sofia que, ao verem os primos, fazem um estardalhaço tal que a Inês foge à Mãe.

A Filipa e o Miguel também aparecem e ficam ali todos no hall a conversar até que a Carolina os interrompe, há uma sala com sofás confortáveis à vossa espera e atenção que o Gustavo está a preparar receitas novas de cocktails!

Todos riem, o Matias e o Edgar levam o trio para o quarto de brinquedos e começam a organizar um jogo.

A campainha volta a tocar, a Rita e o Gonçalo, pensam os irmãos e cinco minutos depois, aparece a Rita, deslumbrante como sempre, com uma Francisca muito aborrecida ao colo.

Pronto, Francisca, fica aqui com os meninos, e a Rita senta a filha no tapete, dá-lhe um brinquedo que a Francisca atira de imediato contra a parede mais perto.

Ok, está de mau humor, segreda a Inês e a Sofia ri-se, o que irrita ainda mais a prima que desata a chorar.

O Matias tenta distraí-la, mas a Francisca afasta-se dele, encosta-se à parede.

O Edgar tem pena dela, senta-se ao pé dela, fala com ela baixinho, mas a Francisca continua desconfiada.

Com licença, com licença, e o Pedro entra, quase arrastando o Miguel e o Matias suspira, este idiota nunca está de bom humor! pensa e tenta sentá-lo no tapete ao pé dos outros.

Não vais conseguir, diz o Edgar, esse miúdo é muito teimoso! e Francisca, curiosa, gatinha até ao tapete.

O Miguel não olha para ninguém, está de cara fechada, braços cruzados e a Inês e a Sofia voltam a rir-se.

Parolo, sussurra a Inês, idiota, concorda a Sofia e o Gonçalo diz alto, és um nabo, pá!

O Miguel fica muito vermelho e estende o braço para bater no Gonçalo, mas infelizmente, apanha a cara da Francisca que fica muito surpreendida.

Contudo, não fica nada atrapalhada e dá-lhe uma cotovelada o que faz com que o Miguel se desequilibre.

Basta, ralha o Matias, estamos numa casa de família, repete numa voz que tenta imitar a da Mãe, não há lutas!

O Edgar começa a rir-se, mas o Matias olha-o tão furioso que o irmão levanta as mãos a pedir paz.

Voltam ao jogo, mas a Francisca e o Gonçalo adormecem, a Inês e a Sofia estão entretidas com as bonecas, resta o Miguel, mas este continua sem olhar para ninguém.


CONTINUA


2 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Coitado do Miguel. Com as maluquices da mãe não é fácil que algum dia confie em alguém.
Abraço, saúde e bom domingo

Cidália Ferreira disse...

Gostei bastante do episodio! :))
-
Beijo. Boa noite!