sexta-feira, 30 de agosto de 2019

A CONFISSÃO - PARTE V


O Henriques conseguiu contactar o outro barman e o porteiro do Clube que, descobriu, tem cadastro.

" Agressão, posse de arma não registrada..." diz o Henriques " Falei com a Brigada Anti-Fraude e eles dizem que tinham recebido umas dicas sobre o Clube da Paixão. Jogo ilegal." acrescenta.

" A Zita disse à irmã que o ambiente estava pesado, que havia ali um esquema que não percebia..." repete o Bernardes.

" Também pode ter dito à Vera, alguém as viu e comunicou o facto..." interrompe o Brites " Acharam melhor matá-las...."

" É uma hipótese, mas porquê o Prates? " pergunta o Bernardes.

" E, se o Prates for o cabecilha? " sugere o Henriques e os outros ficam surpreendidos.

" Pode ser..." admite o Inspector " Mas a questão continua a ser: porquê? E, porquê a Vera?" 

" Pode haver alguém acima dele que achou que o Prates colocou a operação em perigo." observa o Brites " Talvez o porteiro nos diga alguma coisa de útil."

O Bernardes pensa que o porteiro é apenas um peão, mas pede ao Henriques para o ir buscar.

O Brites resolve falar com o barman, que fica muito surpreendido com a visita.

" Sim, conhecia a Zita e a Andreia. Eram boas pessoas, não entendo porque é que foram mortas. " comenta.

" Conhece o barman que o substituiu?" mas o outro abana a cabeça.

" Lamento, mas nunca o vi. Não sei quem é. Acho que foi o porteiro que o recomendou. Pelo menos, foi o que a Zita e a Andreia me contaram quando me visitaram... Sim, queixaram que era um pouco arrogante, que entrava no camarim sem pedir licença e estava sempre com pressa para fechar o clube. Eu esperava por elas, acompanhava-as até ao parque de estacionamento, à praça de táxis." explica.

Pois, pensa o Sargento, o clube tinha que estar livre para o jogo.

CONTINUA


1 comentário:

Larissa Santos disse...

Muito bom :))

Hoje:- As estrelas podem ser enganadoras.

Bjos
Votos de um óptimo Fim-de-semana