sexta-feira, 24 de novembro de 2017

O ROUBO - PARTE II


A gerência confirma a saída e o Meireles, feliz e contente, começa a passar os processos ao Zé Manel.

O Zé Manel não está nada satisfeito, pois queixa-se que a informação está desorganizada e incompleta.

Além disso, o Meireles confirma muita coisa verbalmente e isso origina uma certa confusão.

Quando confrontado, o Meireles encolhe os ombros e diz, irónico: " Um rapaz tão inteligente como tu resolve isso num instante!!!"

" Recomeça do zero!" aconselha o Gonçalves.

" E, o que faço quando o cliente disser que não combinou aquilo com o Meireles? " pergunta, desesperado, o Zé Manel.

" Pede desculpa, faz nova proposta, combina outras condições de pagamento, desconto." sugere o Gonçalves.

O Zé Manel acalma e decide proceder como o Gonçalves sugere. Há clientes que aceitam as novas propostas, mas outros ainda exigem falar com o Meireles.

Só quando lhes é dito que é impossível, é que concordam em receber as novas propostas.

Por isso, quando o Meireles saí no Natal, todos respiram de alívio.

Mas o pior ainda está para vir.


CONTINUA

 

3 comentários:

Larissa Santos disse...

Bom dia. Enquanto decidem o que fazer com o Meireles, eu espero um final feliz :)

Hoje, um pequeno texto:[ Enquanto deslumbrava o meu imaginário, naquele banco, agora vazio.]

Bjos
Um Sábado Feliz.

Gil António disse...

Terá um final feliz? Aguardemos serenamente.
.
{ Não sei se a minha alma me é sincera }
.
Bom dia, votos de um domingo feliz.
.

Sofá Amarelo disse...

Pois, e o que estará para vir? Bem delineada a maneira de chamar a atenção para o próximo episódio, escrita já superior e que podia bem ser de uma série televisiva...